História 

 

A ISACA mundial foi constituída por pessoas em busca de uma fonte centralizada de informações e orientações no crescente campo de controles de auditoria de sistemas computacionais.

Inicialmente conhecida como uma Associação de Auditoria e Controle de Sistemas de Informação (tradução de Sistema de Informação de Auditoria e Controle de Associação – ISACA), atualmente sua sigla reflete um amplo leque de profissionais de governança de TI, contando mais de 95.000 membros, que vivem e trabalham em mais de 160 países, sejam auditores, consultores, educadores, profissionais de segurança, reguladores, diretores de informação e auditores internos. Alguns são novos na área, outros ocupam níveis de gestão intermediária ou postos mais elevados em suas organizações. Trabalham em quase todas as categorias da indústria, incluindo financeira e bancária, contabilidade pública, governo e setor público, comércio e manufatura. Esta diversidade permite que os membros aprendam uns com os outros, intercambiando pontos de vista muitas vezes divergentes sobre uma variedade de assuntos profissionais – o que é considerado um dos pontos fortes da ISACA.

 

ISACA Capítulo Brasília

Constituído em novembro/2008, o Capítulo Brasília, apesar de sua inata afiliação com a Associação internacional, é uma entidade sem fins lucrativos e independente de qualquer outra associação, empresa ou entidade. As fontes de recursos, finanças e suporte financeiro são baseados em taxas pagas pelos filiados, doações e patrocínios. Com foco nos campos inter-relacionados de Governança de TI, auditoria de sistemas de informação, segurança da informação, controle e conformidade, são objetivos do Capítulo:

  • Promover a educação e apoiar e expandir o conhecimento e as habilidades de seus membros;
  • Encorajar o compartilhamento aberto de técnicas, estratégias e resolução de problemas;
  • Promover comunicação adequada para manter os membros informados sobre eventos;
  • Comunicar aos gerentes, auditores, universidades e profissionais de sistemas de informação a importância de estabelecer controles necessários para garantir a adequada governança de TI e a efetiva organização e utilização de recursos de TI;
  • Promover certificações profissionais da Associação e de Governança de TI.